Nvidia: Escassez das RTX 3080 e 3090 continuará até 2021

O CEO da Nvidia, Jensen Huang, admitiu que continuará a ser difícil comprar uma RTX 3080 ou RTX 3090 até meados do próximo ano, graças a um problema que “reside na procura, e não na oferta.”

Durante a GPU Technology Conference, o executivo falou sobre a escassez de novas placas gráficas da marca nos mercados, clarificando que a Nvidia não tem tido problemas em fabricar os GPU’s devido aos efeitos da pandemia, mas sofre antes das consequências de uma enorme procura por parte dos consumidores. Apesar desta procura ser esperada, fruto do elevado nível de desempenho a um preço considerado mais atrativo, Jensen Huang atribui também à chegada da nova geração de consolas uma fatia da responsabilidade da escassez, que deve durar até 2021. Relembramos que o lançamento da RTX 3070 foi já adiado por duas semanas, com muitos analistas a olharem para esta medida como uma forma da equipa verde retirar algum foco da apresentação das novas ofertas da AMD, que chegam também no final de outubro.

“Acredito que a procura vai superar a nossa oferta ao longo deste ano. O último trimestre deste ano será em grande, juntando-se a antecipação pelas placas Ampere à forte procura durante a época festiva. A RTX 3080 e a RTX 3090 sofrem de um problema de procura, e não de oferta. A procura é muito superior ao esperado, e nós já esperávamos que fosse grande.

Os retalhistas dizem que não viam um fenómeno deste género há mais de uma década. Simplesmente não estavamos preparados para isto. Estamos a trabalhar muito para conseguir acompanhar, o produto está a escoar muito bem, mas vende instantaneamente. Agradeço muito, e por isso acho que não existe um problema para resolver, mas antes um fenómeno a observar.”