Huawei abandona o Android e adota o HarmonyOS em 2021

A Huawei vai abandonar o Android para passar a incorporar nos seus equipamentos um sistema operativo in-house, o HarmonyOS.

A notícia chega através do website Android Authority, e é uma consequência esperada depois do início do litígio entre a companhia chinesa e as autoridades norte-americanas, que retiraram já os serviços Google dos smartphones da Huawei. Os planos da marca chinesa passam por atualizar todos os dispositivos com EMUI 11 para o HarmonyOS já durante o próximo ano, o que significa que os donos destes equipamentos já não recebem o Android 12.

 

 

Não se sabe ainda se a atualização para o HarmonyOS será obrigatória, ou se o utilizador poderá escolher continuar a usar o Android (apesar de todas as suas limitações). A Huawei dá, desta forma, um passo decisivo em direção à sua independência da Google, apontando para a criação de um ecossistema autónomo e orientado para o futuro, que garante ser seguro e perfeitamente capaz de rivalizar com a concorrência.